Onde Vives

"It's Open... So" | Jon Gavin
Desperto inebriada por 
Sequências de planos 
Distantes, separados, 
Num roteiro baralhado, por fim. 
Imagens, diálogos, odores, 
Texturas apalpadas, desviadas 
P'los meses de anos como
Décadas aparentes d'insónias.
Sob a aurora elétrica
Batida no abismo do chão,
Dispo-me às histórias.
E sibila o ar envelhecido
Rompendo, do lado de dentro,
O som do silêncio d'agora.  

31.03.2012

Wave to Us

"Wave to Us" | Love at Sight

In what are you thinking,
Standing high and gazing 
At the golden
dots spread 
Among the darkness of the night?

Take a deep breath 
- We'll meet you on the other side.

20.03.2012


Palavras

Miss Scarlet Red
Dedilhas a tua magia
P'la distância ao meu peito
E cravas e cresces p'ra
Sumir dos traços fetais  
Da minha mão.
Nas marés de saudade
Desintegram-se o
Muros de mim e
Torno-me alma inquieta
Num livro de linhas
Corrompidas por uma 
Doença em que o tempo  
É o placebo.

12.03.2012

Aparências


"Handwriting" | Diana Tavares
Mostra-me um poeta
Que não se tenha perdido
Nas entrelinhas da inocência.
Que não se tenha traído
Face séria consciência.
D'alma na boca
Por vezes,
Em exagerada tendência
E a loucura em troca
De nervosa coerência
P´la efemeridade 
Da sua vivência.
10.03.2012

No Meio

Uma
Ânsia irracional
Abraça e carrega
Meu coração
Pé ante pé 
P'la escada acima.
Rendo-me
Às  anotações.

Não cedas na
Contradição
Do apagar do pavio.
Não deixes minh'alma
Mingada,
Ferida,
Perdida
Em ti.

08.03.2012

"Candless" | Jon Gavin

Deserto

Ana Félix
Longínquo amigo
Entre quilómetros 
Ou anos dum
Condenado nomadismo.
Reparto as dores entre risos,
Descoso as linhas que vestem 
P'ra vos encontrar.
Amo penosamente quem amo
No recreio da palavra 
Amor.
Arranco, no entanto, 
As cordas que me atam, 
P'ra que me levem
A ti.

06.03.2012

Mar Nosso

"Rainbow" | Jon Gavin
Onda minha
De mar salgado
Vai e volta
Entre mundos
Repartindo harmonias.

Minha onda 
De azul refletido
Puxa e empurra
Os sonhos d'outros
Engolidos por areias 
movediças.

02.03.2012